Charlie Chaplin

Charlie Chaplin

 

Charlie Chaplin, nasceu em Walworth, Londres, filho de Charles e Hannah Harriette Hill, ambos artistas de music-hall. Seus pais se separaram logo após seu nascimento, deixando-o aos cuidados de sua mãe cada vez mais instável emocionalmente. Seus pais eram de uma família pobre e Charlie Chaplin, passou grande parte de sua infância em orfanatos.

charlie-chaplin

No Brasil é também conhecido como Carlitos (equivalente a Charlie), nome de um dos seus personagens mais conhecidos. Chaplin foi uma das personalidades mais criativas da era do cinema mudo; ele atuou, dirigiu, escreveu, produziu e eventualmente financiou seus próprios filmes. Chaplin, cujo quociente de inteligência era de 140, foi também um talentoso jogador de xadrez e chegou a enfrentar o campeão americano Samuel Reshevsky. Nasceu em Walworth, Londres, dos pais Sr. Charles e Hannah Harriette Hill, ambos animadores do Music Hall.

Desde os cinco anos, Chaplin e seu meio-irmão Sidney faziam apresentações pelas ruas. Chaplin deixou a escola aos 10 anos e foi trabalhar como mímico. Em 1910, ele viajou para os Estados Unidos com seu grupo de mímica, os Comediantes Silenciosos de Fred Karno, permanecendo no país.
Em 1913, Chaplin juntou-se aos Estúdios Keystone, na Cidade de Nova Iorque. Sua primeira aparição no cinema foi em 1914, no filme “Carlitos Repórter”, que lhe trouxe fama nacional.

Charlie-Chaplin

Ainda em 1914, com o filme “Corridas de Automóveis para Meninos”, surgiu o personagem do Vagabundo, representado pelo próprio Chaplin. O Vagabundo se tornaria um marco na carreira de Chaplin.
Em 1918 Chaplin criou seu próprio estúdio, o United Artists, juntamente com Douglas Fairbanks, Mary Pickford e D. W. Griffith. Permaneceu sócio do estúdio até 1952. Na United Artists, Chaplin tornou-se a primeira, e provavelmente a única pessoa a controlar todos os setores da produção cinematográfica, incluindo seleção de elenco, direção, produção, edição e atuação.

Em 1927, na industria cinematográfica, o som foi o introduzido à produção de filmes. Chaplin se recusou a adicionar voz aos seus personagens, continuando a trabalhar com a mímica. Chaplin apenas veio a mudar de linha em 1940, com seu primeiro filme falado, em um de seus melhores filmes, O Grande Ditador. Em 1929 ganhou seu primeiro “Oscar” (versatilidade e excelência na atuação, roteiro, direção e produção – no filme The Circus), uma estatueta que ele deu muito pouca importância. Segundo declarações, ele usava essa estatueta ao lado da porta de sua casa para não deixá-la bater. Esse fato desagradou a Academia de Hollywood que passou a não premiá-lo, apesar das indicações.

Charlie Chaplin

Seu posicionamento politico de esquerda, sempre esteve presente em seus filmes.  Tempos Modernos foi um filme que criticava a situação da classe operária e dos pobres, utilizando conceitos marxistas elaborados por Karl Marx. Em 1940 lançou,”O Grande Ditador”, seu primeiro filme falado, onde Chaplin criticou Adolf Hitle e o Fascismo. “O Grande Ditador” recebeu nomeações como melhor filme, melhor ator, melhor roteiro e música original, mas não foi premiado.

Em 1952, Chaplin ganhou o Oscar de melhor música em filme dramático por Luzes da Ribalta (Limelight), de (1952), porém no mesmo ano após anunciar que iria viajar para Suíça com sua esposa Oona O’neil, o governo americano confisca seus bens e mais tarde quando tentou retornar aos EUA, foi proíbido pelo serviço de imigração e seu visto foi cassado sob a acusação de “Atividades anti-americanas”.  Charles então decide morar na Suíça. Em razão das perseguições da época de sua realização este prêmio só pode ser recebido em 1972, junto com talvez a sua maior premiação.

Em 1972, ainda no exílio, havendo muita expectativa nesta premiação, pois não se sabia se seria permitida sua re-entrada no país, ele volta aos Estados Unidos pela última vez, para receber um prêmio especial da Academia pelas “suas incalculáveis realizações na indústria do cinema”, se tornando uma das maiores aclamações na história do Oscar, onde Chaplin foi aplaudido por mais de cinco minutos, em pé por todos os presentes.  Charles Chaplin, morreu no dia 25 de Dezembro de 1977, aos 88 anos, na Suíça, vítima de um derrame cerebral.

Filmes de Charles chaplin: charles-chaplin

O idílio desfeito -1914
Os clássicos vadios – 1921
O garoto – 1921
Casamento ou luxo? – 1923
Em busca do ouro – 1925
O circo – 1928
Luzes da cidade – 1931
Tempos modernos – 1936
O grande ditador -1941
Monsieur Verdoux – 1947
Luzes da ribalta – 1952
Um rei em Nova York – 1957
A condessa de Hong Kong -1967

Uma frase de Charlie Chaplin que eu gosto muito: “Não preciso me drogar para ser um gênio… Não preciso ser um gênio para ser humano… Mas preciso do seu sorriso para ser feliz.”

Share